Bolsonaro fala sobre acusação de racismo e manda recado

O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) disse que quem o acusa de racismo “não sabe o que é Brasil, nunca sentiu o cheiro do povo”, e que ele, ao contrária da esquerda, leva “com seriedade a questão indígena e a quilombola [descendentes de escravos]”.

Bolsonaro entrou na mira do Ministério Público Federal sob acusação de discriminação racial. Em comunicado na segunda (10), a Procuradoria afirma que “o julgamento ofensivo, preconceituoso e discriminatório do réu a respeito das populações negras e quilombolas é incontestável”.

Uma semana antes, disse o deputado em palestra no clube Hebraica do Rio: “Fui num quilombo, e o afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas [medida comumente usada para pesar gado]. Não fazem nada. Eu acho que nem para procriador ele serve mais. Mais de R$ 1 bilhão por ano é gasto com eles”. A plateia reagiu com risos.

Loading...

COMENTÁRIOS