Revista diz que Aécio Neves usou até a mãe para receber propinas

Da coluna Radar, Revista Veja:

As delações dos comandantes da Odebrecht expuseram as perigosas intimidades entre empreiteiros corruptos e a classe política.

O ex-presidente da Odebrecht Infraestrutura Benedicto Junior, que admitiu traficâncias com nove entre dez excelências do país, deu a medida do livre acesso que tinha com Aécio Neves.

Em seu depoimento, ele afirmou que o senador mineiro deu-lhe até o telefone da própria mãe, caso não conseguisse encontrá-lo. A informação surpreendeu o procurador responsável pela oitiva.

A tomar pelo volume de milhões que a empreiteira entregou a Aécio, estranho é a intimidade entre essa turma ainda causar surpresa.

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS
QUER RECEBER AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA DE GRAÇA PELO FACEBOOK? CLIQUE EM CURTIR!

COMENTÁRIOS