Agressor acompanhou Bolsonaro à espera da oportunidade para atacar

O autor do atentado contou para a polícia que planejou acompanhar o candidato pelo centro de Juiz de Fora à espera de um momento para atacar.

Jair Bolsonaro foi atingido a apenas um quilômetro do lugar onde o autor do ataque estava morando

De acordo com o boletim de ocorrência, Adélio Bispo de Oliveira informou que saiu da pensão com uma faca de uso pessoal para acompanhar a comitiva e, no melhor momento que encontrasse, atacar o candidato.

Adélio foi a pé até o local onde Jair Bolsonaro começou a caminhada, um percurso de aproximadamente nove minutos.

A caminhada começou em frente à Câmara dos Vereadores em direção ao calçadão da Rua Halfeld. A ideia do candidato era chegar à Praça da Estação onde ele faria um comício. Jair Bolsonaro já chegou ao calçadão da Rua Halfeld carregado por um apoiador.

As fotos da caminhada mostram Adélio acompanhando Bolsonaro. Ele olha para o deputado e bem perto há um policial federal que fazia a segurança.

Em outra foto, o agressor está sorrindo enquanto observa Bolsonaro de costas. Depois de 300 metros de caminhada, às 15h40, Adélio se aproxima de Bolsonaro com certa facilidade e atinge o abdômen do candidato com a faca.

O deputado se contorce e grita de dor, depois cai sobre as pessoas e é levado para o hospital.

Siga o EXPRESSO DIÁRIO no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

O agressor foi contido pelas pessoas que acompanhavam a passeada e foi preso em flagrante.

Amauricio Borba

Formado em Economia, Jornalismo e Ciências Políticas pela UNIVILLE – SC. Gaúcho de nascimento e catarinense de coração. Conservador de direita em defesa da ética, da liberdade de expressão e por um Brasil mais justo. Apaixonado por vendas é fundador do Jornal Expresso Diário
Amauricio Borba