Agressor acompanhou Bolsonaro à espera da oportunidade para atacar

O autor do atentado contou para a polícia que planejou acompanhar o candidato pelo centro de Juiz de Fora à espera de um momento para atacar.

Jair Bolsonaro foi atingido a apenas um quilômetro do lugar onde o autor do ataque estava morando

De acordo com o boletim de ocorrência, Adélio Bispo de Oliveira informou que saiu da pensão com uma faca de uso pessoal para acompanhar a comitiva e, no melhor momento que encontrasse, atacar o candidato.

Adélio foi a pé até o local onde Jair Bolsonaro começou a caminhada, um percurso de aproximadamente nove minutos.

A caminhada começou em frente à Câmara dos Vereadores em direção ao calçadão da Rua Halfeld. A ideia do candidato era chegar à Praça da Estação onde ele faria um comício. Jair Bolsonaro já chegou ao calçadão da Rua Halfeld carregado por um apoiador.

VEJA TAMBÉM:  Jornalista Joel Pinheiro da Folha e a desonestidade intelectual dos militantes pró-aborto

As fotos da caminhada mostram Adélio acompanhando Bolsonaro. Ele olha para o deputado e bem perto há um policial federal que fazia a segurança.

Em outra foto, o agressor está sorrindo enquanto observa Bolsonaro de costas. Depois de 300 metros de caminhada, às 15h40, Adélio se aproxima de Bolsonaro com certa facilidade e atinge o abdômen do candidato com a faca.

O deputado se contorce e grita de dor, depois cai sobre as pessoas e é levado para o hospital.

O agressor foi contido pelas pessoas que acompanhavam a passeada e foi preso em flagrante.

GOSTOU DESTA NOTÍCIA? ENTÃO CURTA E COMPARTILHE, É GRÁTIS!

ASSINE O EXPRESSO DIÁRIO, É GRÁTIS

DEIXE UM COMENTÁRIO