Álvaro Dias fala que o governo do PT enviou bilhões do BNDES à ditadura corrupta da Venezuela

Após a revelação de que o ex-guarda-costas de Hugo Chávez, alçado ao comando do Tesouro Nacional da Venezuela, recebeu mais de 1 bilhão de dólares em propinas, o senador Álvaro Dias voltou a cobrar a responsabilidade dos governos petistas por financiarem a ditadura venezuelana.

Dias disse: Está aí a prova concreta e translúcida da corrupção bilionária promovida pela ditadura venezuelana, a quem o governo brasileiro na época de Lula e Dilma enviou bilhões de reais por meio do BNDES.

Há anos o senador Alvaro Dias alerta para os malfeitos da ditadura chavista. Agora, o esquema é revelado em detalhes, por um ex-colaborador de Chávez – que foi promovido de guarda-costas a chefe do Tesouro Nacional – a investigadores dos EUA, que o detiveram no fim do ano passado.

As descobertas são devastadoras. A delação aponta transações ilegais de câmbio que movimentaram subornos de mais de US$ 1 bilhão na Venezuela.

Ou seja, enquanto a população venezuelana passa fome, vêm à tona revelações de que oficiais do governo chavista se refestelaram com aviões particulares, cavalos, relógios de luxo e propriedades às custas da corrupção.

Siga o EXPRESSO DIÁRIO no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

Uma vergonha!

Amauricio Borba

Formado em Economia, Jornalismo e Ciências Políticas pela UNIVILLE – SC. Gaúcho de nascimento e catarinense de coração. Conservador de direita em defesa da ética, da liberdade de expressão e por um Brasil mais justo. Apaixonado por vendas é fundador do Jornal Expresso Diário
Amauricio Borba