Bolsonaro deve cumprir isolamento após contato com Queiroga

O presidente Jair Bolsonaro e a comitiva que o acompanhou à 76ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) ficarão em isolamento pelos próximos cinco dias.

Todos eles tiveram tiveram contato com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que testou positivo para a Covid-19.

A informação foi confirmada pelo secretário especial de Comunicação do Palácio do Planalto

Além disso, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou que autoridades, que tiveram contato com Queiroga fiquem isolados durante duas semanas.

A comitiva será acompanhada por médicos até o 14º dia desde o último contato com o ministro. Se testarem negativo, serão devidamente liberados.

“No quinto dia após o último contato com a autoridade, serão submetidos a um novo teste de RT-PCR. Em sendo negativo esse teste, a pessoa encontra-se então liberdade do isolamento e será acompanhada por um médico, terá um acompanhamento até o 14º dia. Décimo quarto dia, permanecendo assintomática, está descartado o caso de Covid”, informou André Costa.

O post Bolsonaro deve cumprir isolamento após contato com Queiroga apareceu primeiro em Conexão Política.

DEIXE UM COMENTÁRIO