Bolsonaro e Trump irão discutir crise da Venezuela

O presidente Jair Bolsonaro embarca no próximo dia 18 para uma visita oficial aos Estados Unidos. Nesse sábado (9), ele afirmou em sua conta pessoal no twitter que o encontro com Donald Trump, no dia 19, será “uma grande oportunidade de retomar os fortes laços entre as nações na busca de um ocidente com liberdade e prosperidade”.

Entre os temas que devem ser discutidos no encontro entre Bolsonaro e Trump estão a cooperação na área da defesa, políticas comerciais, combate ao crime transnacional e a crise na Venezuela.

Os Estados Unidos, o Brasil e mais de 50 nações reconheceram Juan Guaidó, autodeclarado presidente da Venezuela, como legítimo. Guaidó é presidente da Assembleia Nacional da Venezuela. O impasse no país vizinho permanece.

O presidente Nicolás Maduro segue com apoio de parcela da população, além de países como China, Rússia, Turquia, México e Uruguai. Nos últimos dias, a Venezuela tem enfrentado uma série de apagões.

Maduro aponta os Estados Unidos como responsáveis pela pane elétrica que atingiu o país. Segundo ele, o objetivo é desestabilizar seu governo por meio de sabotagem cibernética.

Pelo twitter, o secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, afirmou que o apagão na Venezuela não é responsabilidade de outros países e, sim, da incompetência de Nicolás Maduro.

Nesse sábado, ocorreram protestos em Caracas e várias cidades venezuelanas contra e a favor do governo.

* Com informações da Agência Brasil.

Amauricio Borba

Formado em Economia, Jornalismo e Ciências Políticas pela UNIVILLE – SC. Gaúcho de nascimento e catarinense de coração. Em defesa da ética, da liberdade de expressão e por um Brasil mais justo. Apaixonado por vendas é fundador do Jornal Expresso Diário
Amauricio Borba

DEIXE UM COMENTÁRIO