Bolsonaro fez imprensa chamar de “pornografia” o que sempre contextualizaram como “arte”

Uma publicação do presidente Jair Bolsonaro numa rede social provocou polêmica esta semana.

No feriado, o presidente não tirou folga das redes sociais. Na terça-feira (5), num dos últimos comentários sobre o carnaval, o presidente postou o vídeo, com imagens de um bloco de rua, que desfilou na segunda-feira (4), no centro de São Paulo.

A imagens mostram um homem fazendo um ato obsceno e o outro urinando nele. O presidente comentou a cena: “Não me sinto confortável em mostrar, mas temos que expor a verdade para a população ter conhecimento e sempre tomar suas prioridades. É isto que tem virado muitos blocos de rua no carnaval brasileiro”.

No fim, Bolsonaro pede: “Comentem e tirem suas conclusões”.

Duas horas depois da postagem, o vídeo recebeu uma tarja dizendo: “Pode incluir conteúdo sensível”.

Internautas questionaram o fato de o presidente levar a milhões de pessoas imagens do que ele sempre condenou e destacaram que, na maioria dos blocos de carnaval, não acontece nada assim. A publicação do presidente também provocou reação de parlamentares contra e a favor da publicação de Bolsonaro.

A deputada Carla Zambelli, do PSL, partido do presidente, defendeu Bolsonaro. Atribuiu o ato a pessoas de esquerda: “Se Bolsonaro tivesse receio de chamar o errado de errado e de expor cada crime e obscenidade praticados pela esquerda, ele não teria sido eleito presidente da República”.

O líder do PSL no Senado, Major Olímpio, tentou explicar o ato de Bolsonaro.

“O presidente usou de uma comunicação direta, dura, mas direta, como ele sempre fez e é uma característica dele ao se dirigir para a população e ele para mostrar o seu inconformismo de atos que extrapolam a folia do carnaval”, disse.

Mas o fato que mais chama atenção aqui não é nem as críticas nem muito menos quem se dispôs a defender o presidente, o fato que mais chama atenção é toda a mídia brasileira chamar de pornografia o que eles sempre contextualizaram como arte. Para você tirar a dúvida, basta fazer uma pequena pesquisa que você vai encontrar em praticamente todos os canais de informações dentre elas sites e portais de notícias e principalmente na TV, atrelando o fato como pornografia.

Podemos ver que neste mundo da informação da mídia brasileira o que mais impera é a hipocrisia.

O EXPRESSO DIÁRIO É UMA MÍDIA ALTERNATIVA CONSERVADORA PARA QUEM BUSCA INFORMAÇÕES PRECISAS E INTERPRETAÇÕES EQUILIBRADAS DOS PRINCIPAIS FATOS DO BRASIL E DO MUNDO. CURTA É GRÁTIS!

ASSINE O EXPRESSO DIÁRIO, É GRÁTIS

DEIXE UM COMENTÁRIO