Brasil condena ataque a comboio da ONU no Congo

O governo brasileiro condenou o ataque ao comboio do Programa Mundial de Alimentos (PMA), ocorrido hoje (22), em Goma, na República Democrática do Congo. No atentado, morreram o embaixador da Itália no programa, Luca Attanasio, um policial italiano e um funcionário congolês que dirigia o veículo, que foi atingido por tiros. 

Em nota, o Itamaraty repudiou o ataque e prestou solidariedade aos familiares das vítimas do atentado e ao povo do país. 

“O Brasil reitera seu firme repúdio a todo e qualquer ataque dessa natureza, independentemente de sua motivação, e reafirma seu apoio ao trabalho da Missão da Organização das Nações Unidas para a Estabilização na República Democrática do Congo (Monusco) e aos esforços da comunidade internacional em favor da estabilização e da paz no leste daquele país”, diz a nota.

DEIXE UM COMENTÁRIO