Comitê feminista expulsa advogada que aceitou defender Neymar

A advogada Maíra Fernandes, contratada para defender o jogador Neymar, foi expulsa da Cladem, Comitê da América Latina e do Caribe para a Defesa dos Direitos da Mulher.

A informação de Ancelmo Gois ainda traz o fato de que a OAB protestou contra a decisão, argumentando que numa democracia todos têm o direito de se defender.

Siga o EXPRESSO DIÁRIO no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

Maíra, em seu Facebook, afirmou ter lido os autos e se convencido de que é uma “falsa acusação de estupro”. Ela também declarou que os advogados do jogador são “muito próximos da causa feminista”.