“Se tiver que ir para a guerra, levo Moro e Dallagnol comigo” diz Mourão

 O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou nesta quinta-feira, 13, que tem confiança no ministro Sérgio Moro, em meio ao escândalo divulgado pelo The Intercept, de que Moro atuou como coordenador da Lava Jato em várias ações, incluindo a farsa jurídica contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Para o vice-presidente, Moro foi vítima de um crime. “No Exército, a gente tem uma linguagem muito clara: se eu tiver que ir para a guerra, eu levo o Sérgio Moro e o Deltan Dallagnol comigo”, declarou. A afirmação foi dada durante entrevista à Rádio Guaíba, de Porto Alegre.

“Pode ser tudo editado, nós não temos acesso aos documentos e aos diálogos reais que podem ter acontecido. Obviamente, eles buscam atacar aquilo que é o maior patrimônio das pessoas de bem, que é a honra e a dignidade”, diz Mourão sobre os diálogo divulgados pelo Intercept.

Amauricio Borba

Formado em Economia, Jornalismo e Ciências Políticas pela UNIVILLE – SC. Gaúcho de nascimento e catarinense de coração. Conservador de Direita sempre em defesa da ética, da liberdade de expressão e por um Brasil mais justo. Apaixonado por vendas é fundador do Jornal Expresso Diário
Amauricio Borba

DEIXE UM COMENTÁRIO