Lava Jato pede mais de 80 anos de prisão para operador do PSDB

A força-tarefa da Lava Jato em São Paulo pediu que a Justiça pena Paulo Preto, operador do PSDB, em mais de 80 anos de prisão.

Os crimes dos quais Paulo é acusado são: Peculato (desvio de recursos públicos), inserção de dados falsos em sistema de informação e formação de quadrilha.

As alegações finais da ação informam que o operador desviou R$ 7,7 milhões em obras trecho sul do Rodoanel e da ampliação da avenida Jacu Pêssego.

A Lava Jato apontou que Paulo Preto era o líder do esquema.

Amauricio Borba

Formado em Economia, Jornalismo e Ciências Políticas pela UNIVILLE – SC. Gaúcho de nascimento e catarinense de coração. Conservador de Direita sempre em defesa da ética, da liberdade de expressão e por um Brasil mais justo. Apaixonado por vendas é fundador do Jornal Expresso Diário
Amauricio Borba

DEIXE UM COMENTÁRIO