Lula comandou esquema para enriquecer ilicitamente, diz Procuradoria

A quatro dias das eleições presidenciais, a força-tarefa da Lava Jato reiterou ao juiz Sérgio Moro a argumentação já exposta na denúncia criminal sobre o terreno do Instituto Lula e reforçou o pedido de condenação do ex-presidente por nove atos de corrupção passiva e sete de lavagem de dinheiro


GOSTOU DESTA NOTÍCIA? ENTÃO CURTA E COMPARTILHE, É GRÁTIS! ISSO NOS MOTIVA A CRIAR MAIS CONTEÚDO DE QUALIDADE PARA VOCÊ!

AJUDE A MANTER ESTE SITE ONLINE, FAÇA UMA DOAÇÃO


COMENTÁRIOS