Lula comandou esquema para enriquecer ilicitamente, diz Procuradoria

A quatro dias das eleições presidenciais, a força-tarefa da Lava Jato reiterou ao juiz Sérgio Moro a argumentação já exposta na denúncia criminal sobre o terreno do Instituto Lula e reforçou o pedido de condenação do ex-presidente por nove atos de corrupção passiva e sete de lavagem de dinheiro

Amauricio Borba

Formado em Economia, Jornalismo e Ciências Políticas pela UNIVILLE – SC. Gaúcho de nascimento e catarinense de coração. Conservador de Direita sempre em defesa da ética, da liberdade de expressão e por um Brasil mais justo. Apaixonado por vendas é fundador do Jornal Expresso Diário
Amauricio Borba

DEIXE UM COMENTÁRIO