Marcelo Vasconcelo – Como curar certos progressistas em tempos conservadores.

Na semana passada, o presidente da República publicou um post no twitter no qual aparecia duas pessoas em cenas pornográficas. O fato teria ocorrido num bloco de rua no carnaval. Instantaneamente, a “mídia inteira” bombardeou os noticiários com as mais revoltosas argumentações…

O motivo da gritaria foi o absurdo de o presidente do país ter publicado uma cena de tão grotesco mau gosto, pior, sexo explícito, pornografia ao ar livre… não aceitaram o fato de alguém expor uma performance obscena daquela para o Brasil inteiro, o melhor (ou pior), para o mundo inteiro.

Após a avalanche de revoltosos comentários da mídia tradicional, vieram também os progressistas. Ah! Os progressistas! Esses me divertem muito quando não me fazem duvidar de suas sanidades mentais!

Entoaram aos quatro ventos com furor de quem se achava imersos no absurdo. Bradaram com toda força que o ridículo lhes proporcionava o quanto indignados estavam em assistir ao vídeo compartilhado na internet.

Custei acreditar, confesso! A esquerda política partidária se dizendo revoltada com tal conteúdo é digno de boas galhofas e não menos desprezo. Como poderia crer que setores progressistas que apoiaram e chamaram de performance de arte um homem nu com seus órgãos genitais à mostra enquanto uma garotinha o tocava!

Aliás, o que ocorre anualmente na parada gay na avenida paulista é animalesco, há relatos de quem frequenta afirmando verdadeiras selvagerias a céu aberto, no entanto, nem a mídia (que tenta se vender como puritana nos costumes) e tampouco os setores progressistas se veem alarmados com isso.

O que acontece com a esquizofrenia moral deles é que, mais uma vez, o que importa não é o fato e sim, quem o divulga! Não é a imoralidade pública que fere o sentimento tão aguçado de pudor dos progressistas patológicos, mas, sim, o ato de divulgar esses fatos.
Cheguei, ao observar tão revoltosas declarações desses personagens circenses da mídia e política, à conclusão de que Bolsonaro pode até não ser um grande presidente no futuro, mas, sem sombra de dúvidas, está sendo o maior psicólogo ou psicanalista que o Brasil já viu!

Explico! Não há muito tempo, logo que emergiu o caso Queiroz, era comum (e ainda é) ver petistas ou outro perfil de esquerdista reclamar e se indignar com corrupção! Isso mesmo! Um petista reclamando de corrupção!!! Claro, eu sei… só reclamam de corrupção se não for um petista metendo a mão no erário público. Mas, de qualquer sorte, já é um grande avanço!

O que ocorreu recentemente foi outro grande feito Bolsonarista, conseguiu fazer as mentalidades pervertidas de muitos progressistas ver absurdo num ato de obscenidade público.

Concluo, caro leitor, que se Bolsonaro não fizer um bom governo, terá, mesmo assim, contribuído para o avanço do Brasil no tratamento psicológico, psicanalítico e por que não dizer, psiquiátrico de muitas mentes esquerdistas/progressistas.

Freud é coisa do passado.

O EXPRESSO DIÁRIO É UMA MÍDIA ALTERNATIVA CONSERVADORA PARA QUEM BUSCA INFORMAÇÕES PRECISAS E INTERPRETAÇÕES EQUILIBRADAS DOS PRINCIPAIS FATOS DO BRASIL E DO MUNDO. CURTA É GRÁTIS!

ASSINE O EXPRESSO DIÁRIO, É GRÁTIS

DEIXE UM COMENTÁRIO