Morre Paulo Henrique Amorim aos 76 anos

O jornalista Paulo Henrique Amorim morreu, na madrugada desta quarta-feira (10), aos 76 anos e deixou um legado para a comunicação brasileira.

Amorim estava em casa, no Rio de Janeiro, quando sofreu um infarto fulminante — informação confirmada pela mulher dele.

Na noite da terça-feira (9), o jornalista havia saído para jantar com amigos.

Paulo Henrique Amorim estava na Record TV desde 2003. Antes, passou por diversos jornais, revistas e emissoras de televisão do país.

O jornalista Michael Keller, em entrevista à Record TV, descreveu Amorim como um jornalista grandioso. “Uma pessoa polêmica? Sim! Mas ninguém pode tirar a contribuição dele.

Ele era um homem do contraditório. Um homem muito contundente, mas ele também ouvia quando a gente falava”.

Amorim estava em casa, no Rio de Janeiro, quando sofreu um infarto fulminante — a informação foi confirmada pela mulher dele. Na noite da terça-feira (9), o jornalista havia saído para jantar com amigos.

O jornalista era dono de uma das personalidades mais fortes e polêmicas da televisão brasileira. Amorim deixa uma filha e a mulher, a jornalista Geórgia Pinheiro.

Amauricio Borba

Formado em Economia, Jornalismo e Ciências Políticas pela UNIVILLE – SC. Gaúcho de nascimento e catarinense de coração. Conservador de Direita sempre em defesa da ética, da liberdade de expressão e por um Brasil mais justo. Apaixonado por vendas é fundador do Jornal Expresso Diário
Amauricio Borba

DEIXE UM COMENTÁRIO