Petista Paulo Pimenta tenta atacar juiz Marcelo Bretas e leva invertida

O petista Paulo Pimenta, acusado pelo próprio primo de comandar um esquema de fraudes e de estelionato no Rio Grande do Sul, que lesou produtores rurais da cidade de São Borja em pelo menos R$ 12 milhões, tentou atacar o currículo do juiz da Lava Jato Marcelo Bretas e levou uma invertida do magistrado.

Bretas responde com fina ironia a afirmação falsa e maldosa do petista Paulo Pimenta

Pimenta tentou colocar em dúvida a natureza das decisões do juiz da Lava Jato, afirmando nas redes sociais que Bretas, pouco antes da Lava Jato do Rio, teria feito um curso no DoJ e no FBI.

Esta mesma situação atribuíram no passado também ao ministro da Justiça Sergio Moro, como forma de justificar que as condenações dos “cumpanheros petistas” e do próprio Lula atendia aos interesses norte-americanos.

“A imaginação de algumas pessoas é admirável… Em que mundo vivem?? De qualquer forma, sou muito grato. Dei boas gargalhadas aqui! – respondeu Bretas

Amauricio Borba

Formado em Economia, Jornalismo e Ciências Políticas pela UNIVILLE – SC. Gaúcho de nascimento e catarinense de coração. Conservador de Direita sempre em defesa da ética, da liberdade de expressão e por um Brasil mais justo. Apaixonado por vendas é fundador do Jornal Expresso Diário
Amauricio Borba

DEIXE UM COMENTÁRIO