Polícia descobre que pichadores de suásticas são os mesmos que picham #EleNão

A Polícia Civil do Rio de Janeiro começou a desvendar a pichação de suásticas em uma histórica igreja em Nova Friburgo, no interior do Rio de Janeiro, no último domingo (14). [1]

De acordo com informações divulgadas pela InterTV, afiliada da TV Globo na região, após averiguar câmeras de segurança, descobriu-se que os pichadores haviam também, em outros locais, escrito frases e expressões contrárias ao candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) – entre elas, o bordão “Ele Não”.

Com a descoberta, a maior suspeita é que as suásticas tenham sido pichadas visando alarmar a sociedade e confirmar acusações políticas contra o candidato do PSL.

De qualquer modo, as três pessoas que já foram identificadas pelo crime poderão responder por apologia ao nazismo.

Amauricio Borba

Formado em Economia, Jornalismo e Ciências Políticas pela UNIVILLE – SC. Gaúcho de nascimento e catarinense de coração. Em defesa da ética, da liberdade de expressão e por um Brasil mais justo. Apaixonado por vendas é fundador do Jornal Expresso Diário
Amauricio Borba

DEIXE UM COMENTÁRIO