Romeu Zema se recusou a assinar nota de governadores contra Jair Bolsonaro

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), foi um dos chefes de Executivo estaduais que não assinou a nota de repúdio contra o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido).

Emitida nesta segunda-feira (1°), o texto recebeu o aval de 19 dos 27 governantes que se posicionam contra Bolsonaro. O repúdio ocorreu após a divulgação de valores relativos a repasses aos estados em 2020, ano que deu início ao surto Covid-19 no Brasil.

Ao veicular os números, Bolsonaro alegou que todas as informações dos repasses foram retiradas de Portal da Transparência, Localiza SUS e Senado Federal. Segundo ele, o montante de ‘valores diretos’ (saúde e outros), ‘valores indiretos’ (suspensão e renegociação de dívidas) foram levados em consideração.

Segundo apurou o Conexão Política, Zema se recusou a assinar a manifestação. Alinhado com o presidente Bolsonaro, o mineiro tem adotado uma série de medidas em conjunto com o governo federal.

Além dele, outros seis chefes de Executivo estaduais não assinaram a nota. Contudo, não houve detalhamento sobre a recusa.

São eles: Gladson Cameli (PP-AC), Wilson Lima (PSC-AM), Ibaneis Rocha (MDB-DF), Reinaldo Azambuja (PSDB-MS), Marcos Rocha (PSL-RO), Antonio Denarium (PSL-RR) e Carlos Moisés (PSL-SC).

O post Romeu Zema se recusou a assinar nota de governadores contra Jair Bolsonaro apareceu primeiro em Conexão Política.

DEIXE UM COMENTÁRIO