Se Bolsonaro ganhar, choro e saio da política, diz Ciro Gomes

Candidato do PDT participou de sabatina do Jornal O Globo, Valor Econômico e revista ÉPOCA

Ciro Gomes (PDT) destacou que vai “chorar” e deixar a política caso o adversário Jair Bolsonaro (PSL) seja eleito. O ex-governador do Ceará participou de sabatina do Jornal O Globo, Valor Econômico e revista Época nesta quarta-feira.

– Vou desejar boa sorte a ele, cumprimentá-lo pelo privilégio e depois vou chorar. Eu saio da política. A minha razão de estar na política é confiar no povo brasileiro.

Ciro frisou que Bolsonaro representa a “destruição” da nação brasileira e exemplificou que a política econômica de Paulo Guedes, já escolhido pelo militar para comandar o ministério da Fazenda se vencer o pleito, pode quebrar o agronegócio “em 12 meses” e levar ao aumento da inflação.

Ao falar de sobre um tema caro a Bolsonaro (PSL), Ciro diz que no seu governo, militar não pode falar de política. Quer as Forças Armadas altivas e bem-armadas, mas restritas a suas funcionais constitucionais, sob o seu comando. “Eu mando, eles obedecem”. E ainda sobrou para o vice de Bolsonaro: “um jumento de carga”, disse sobre o general Mourão.

JORNALISMO DE QUALIDADE MERECE SER APOIADO, CURTA O EXPRESSO DIÁRIO NO FACEBOOK E ACOMPANHE AS NOTÍCIAS MAIS IMPORTANTES

COMENTÁRIOS