Soldados norte-coreanos estão desapontados com Kim Jong-un, esperavam ganhar comida em vez de cigarros do ditador

Estes são cigarros distintos para soldados de infantaria, mas as tropas gravemente desnutridas ficaram desapontadas porque esperavam receber comida.

Os soldados norte-coreanos ficaram supostamente um pouco desapontados com o líder norte-coreano Kim Jong-un, após uma inspeção no terreno das Forças de Mísseis do país.

Em agosto, quando Kim Jong-un visitou as Forças Estratégicas do Exército Popular da Coreia do Norte (KPA), os soldados que arriscam suas vidas lançando mísseis balísticos experimentais em nome das ambições hostis do regime, receberam uma caixa de cigarros Taedok Mountain Cigarettes, informa o the Daily NK.

Estes são cigarros distintos para soldados de infantaria, mas as tropas gravemente desnutridas ficaram desapontadas porque esperavam receber comida. Quando Kim Jong-um inspecionou as Forças Estratégicas de Mísseis há 5 anos, trouxe consigo muitos presentes.

“Naquela época, os soldados receberam os cigarros Taedok Mountain Cigarettes, doces, frango, condimentos e muito mais”, revelou uma fonte norte-coreana, citada pelo The National Interest.

Os militares alegadamente estavam roubando comida dos fazendeiros locais. Estes incidentes se tornam mais frequentes à medida que o país se esforça para fornecer um abastecimento suficiente para o exército.

Outros soldados ficaram decepcionados, pois passaram um mês se preparando para a visita e ainda não tiveram a chance de ver o líder norte-coreano, porque apenas uma quantidade limitada de pessoas foi autorizada a participar do evento.

Quando Kim Jong-un visitou as Forças Estratégicas em agosto, ele agradeceu a equipe responsável por lançamento de míssil balístico intercontinental Hwasong-14, uma arma testada com sucesso em julho, que pode atingir o território dos EUA, de acordo com os analistas. É um dos vários êxitos alcançados pelas Forças de Mísseis.

Não está claro se existe uma dissensão no exército, mas o número de desistências a nível militar aumentou neste ano.

Recentemente, um soldado tentou fugir do território da Coreia do Norte para o país vizinho do Sul, e foram disparadas 40 balas contra ele, 5 das quais o atingiram.

Agorao soldado está recebendo o tratamento em um centro médico sul-coreano, permanecendo em estado crítico.

GOSTOU DESTA NOTÍCIA? ENTÃO CURTA, É GRÁTIS! ISSO NOS MOTIVA A CRIAR MAIS CONTEÚDO DE QUALIDADE PARA VOCÊ!

COMENTÁRIOS