STF mantém afastamento de desembargadora suspeita de beneficiar filho preso por tráfico de drogas

Nesta terça-feira (28), a Primeira Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) manteve o afastamento da desembargadora Tânia Garcia Borges, do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), suspeita de ter usado o cargo para beneficiar o filho que havia sido preso por tráfico de drogas e armas.

Breno Borges, o filho da magistrada, foi preso em março de 2017, transportando 130 quilos de maconha e 200 munições de fuzil.

Ele tinha outro mandado de prisão por suspeita de ter colaborado na fuga de um chefe de tráfico.

Tânia Borges foi afastada por processo disciplinar do CNJ em outubro de 2018, com acusação de usar carro oficial e escolta para tirar o filho da prisão.

No julgamento de hoje (28) no STF, o afastamento da desembargadora foi mantido por quatro votos a um.

Siga o EXPRESSO DIÁRIO no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

O Conexão Política é um portal de notícias independente. Ajude-nos a continuarmos com um jornalismo livre, sem amarras e sem dinheiro público » APOIAR

Amauricio Borba

Formado em Economia, Jornalismo e Ciências Políticas pela UNIVILLE – SC. Gaúcho de nascimento e catarinense de coração. Conservador de direita em defesa da ética, da liberdade de expressão e por um Brasil mais justo. Apaixonado por vendas é fundador do Jornal Expresso Diário
Amauricio Borba