Xuxa perde processo contra Google por busca vinculada a pedofilia

A disputa entre Xuxa Meneghel, 55 anos, e o Google parece ter chegado ao fim. Porém, a resolução não foi favorável para a rainha dos baixinhos.

A Justiça negou o pedido da apresentadora de que seu nome não fosse mais ligado à pedofilia na ferramenta de busca.

Xuxa entrou em 2010 com uma ação contra o Google. Ela pedia para o buscador eliminar os resultados relacionados ao filme “Amor, amor estranho”.

A produção de 1982 mostra Xuxa seduzindo um garoto de apenas 12 anos. O menino também é convidando a participar de jogos eróticos.

Siga o EXPRESSO DIÁRIO no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, a rainha dos baixinhos não poderá apresentar um novo recurso, já que perdeu em segunda instância.

Amauricio Borba

Formado em Economia, Jornalismo e Ciências Políticas pela UNIVILLE – SC. Gaúcho de nascimento e catarinense de coração. Conservador de direita em defesa da ética, da liberdade de expressão e por um Brasil mais justo. Apaixonado por vendas é fundador do Jornal Expresso Diário
Amauricio Borba