Gilberto Gil terá que devolver R$ 1 milhão da Lei Rouanet

A produtora do cantor e ex-ministro da Cultura no governo Lula, Gilberto Gil, terá que devolver R$ 1 milhão captados dos pagadores de impostos por meio da Lei Rouanet.

A prestação de contas do show, CD e DVD “Gil + 10”, realizado em 2010 reunindo Gil, Milton Nascimento, Mart’nália, Dona Ivone Lara e outros artistas, foi reprovada em 2017.

A produtora de Gil, a Gege Produções Artísticas, captou na época R$ 800 mil via Lei Rouanet para fazer o show, cujo valor atualizado chega na casa do milhão.

Siga o EXPRESSO DIÁRIO no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

Esta semana o recurso da produtora contra a reprovação foi negado. Com a extinção do Ministério da Cultura, o processo está no escopo da Secretaria Especial da Cultura, na pasta da Cidadania, e não cabe mais recurso.

Amauricio Borba

Formado em Economia, Jornalismo e Ciências Políticas pela UNIVILLE – SC. Gaúcho de nascimento e catarinense de coração. Conservador de direita em defesa da ética, da liberdade de expressão e por um Brasil mais justo. Apaixonado por vendas é fundador do Jornal Expresso Diário
Amauricio Borba