Ideia Legislativa propõem a criminalização da Sharia em território brasileiro

1

Uma ideia legislativa no portal do Senado Federal propõe a criminalização da Sharia em território brasileiro, a proposta foi idealizada por Walmensy Nilber Palheta da Silva do Amazonas e até o fechamento dessa matéria ja contava com mais de 11.200 apoios.

Se a proposta atingir no mínimo 20 mil apoios até a data limite para votar que é 05/08/2017 essa proposta será discutida no Senado Federal.

A Sharia é um conjunto de leis islâmicas que são baseadas no Alcorão, e responsáveis por ditar as regras de comportamento dos muçulmanos.

Em árabe, Sharia pode ser traduzida literalmente como “caminho para a fonte”, e atualmente é adotada em diversos países com predominância da cultura islâmica, seja de modo integral ou parcial.

Sharia no Brasil

O Brasil é oficialmente um estado laico, pois a Constituição Federal prevê a total liberdade para todas as crenças religiosas dos seus cidadãos.

As leis do estado brasileiro não são baseadas em princípios religiosos. O islamismo é um sistema político-religioso que tem avançado a passos largos no mundo, trazendo sérios problemas sociais e de segurança.

A Sharia fere de morte direitos humanos, principalmente às mulheres, as quais são tidas como seres de classe inferior, e aos homossexuais, os quais são punidos com pena de morte.

A chegada de refugiados árabes, tem permitido a permanência crescente de membros da “irmandade islâmica” cujo objetivo maior é a expansão do islã em todo o mundo para a implantação da Sharia. Embora o Brasil seja um país laico, seria inadmissível, permitir que muçulmanos venham exercer suas práticas de espancamento à mulheres, assassinatos de homossexuais entre outras barbáries que é de costume nos países deles.

Se você quer apoiar essa ideia legislativa para que ela seja discutida no Senado Federal, clique AQUI  para votar e compartilhar nas redes sociais.

CURTA O JORNAL EXPRESSO DIÁRIO NO FACEBOOK

COMENTÁRIOS