Não teve para ninguém. Leonardo DiCaprio foi o grande destaque do Oscar 2016 na noite deste domingo, 28, em Los Angeles. Nem os seis prêmios conquistados por “Mad Max: Estrada da Fúria”, nem a estatueta de melhor filme para “Spotlight: Segredos Revelados”, conseguiram tirar o foco da conquista do ator, que finalmente levou para casa a estatueta de atuação por “O Regresso”, após outras quatro indicações.

2016-02-29t005844z_250789624_tb3ec2t02pmx8_rtrmadp_3_awards-oscars[1]

O seu discurso de agradecimento emocionou a todos. De Kate Winslet – com quem contracenou em “Titanic” – ao moço que controlava o tempo do agradecimento dos vencedores no palco, já que Leonardo foi o único que não teve a fala interrompido pela famosa musiquinha da premiação.

Se Dicaprio deu adeus ao seu ‘carma’, o mesmo não pode ser dito de Sylvester Stallone. O ator, que estava concorrendo a Melhor Ator Coadjuvante por seu papel em “Creed” e chegou a vencer o “Globo de Ouro”, não levou a estatueta. Mas ele foi consolado por – nada mais, nada menos – que Arnold Schwarzenegger. “Para mim, você é o melhor, não importa o que eles dizem”, escreveu na rede social neste domingo, 29, logo depois de sair o resultado da premiação.

A estreante Brie Larson foi o outro nome que atraiu as atenções durante a grande noite. A estreante na premiação venceu na categoria de Melhor Atriz pela sua atuação em “O quarto de Jack” e bateu nomes como Jennifer Lawrence, que concorria por “Joy”; e Cate Blanchett, de “Carol”. Lacrou!

Já a sueca Alicia Vikander pode ter virado meme pelos seu look de gosto duvidoso, mas ela mandou um beijinho no ombro para todas as inimigas ao vencer na categoria “Melhor Atriz Coadjuvante” pelo seu trabalho em “A garota Dinamarquesa”. Para completar, ela ainda ganhou um beijão do namorado, Michael Fassbender, ao receber o prêmio. Sortuda!

E não foram só as atrizes gringas que viraram memes. Os internautas não perdoaram a opinião sucinta de Glória Pires sobre as produções e acabaram fazendo várias piadas na internet. A brincadeira foi tão grande que ela virou um dos assuntos mais comentados do Brasil no Twitter.

Polêmicas
Em 2016, a grande crítica ao Oscar foi a falta de diversidade entre os seus indicados – já que dos últimos 40 nomeados nas categorias de atuação, nenhum era negro. O tema foi levantado algumas vezes na cerimônia, começando já a partir do monólogo de abertura do apresentador da noite, Chris Rock.

O apresentador, aliás, ainda passou todo o resto da premiação fazendo piada e críticas pesadas em relação à falta de diversidade em Hollywood.Chrissy Teigen, mulher de John Legend, por exemplo não conseguiu disfarçar o constragimento com a piada de Stacey Dash sobre o “mês da história negra”. Demi Lovatotambém usou as redes sociais para fazer críticas à Academia.

Outro momento constrangedor foi o desabafo do pai de Amy Winehouse, Mitch Winehouse, após a vitória de “Amy” como melhor documentário na festa. O cantor usou a sua rede social para dizer que o filme não faz jus a carreira da filha:  “Ele enganou todo mundo. Eu não estou mudando minha posição só porque o filme ganhou Oscar . É um retrato negativo, rancoroso e enganador de Amy. Vamos corrigir isso”, escreveu.

COMENTÁRIOS