Bandeiras Tarifárias na conta de luz: O que você precisa saber?

76

Entenda a mudança e como ela influencia no consumo de energia elétrica.

Há alguns anos a conta de luz dos brasileiros ganhou algumas cores a mais.
E mesmo que essa mudança tenha começado lá atrás, em 2015, ela ainda hoje
gera confusão.

Perguntas como “Para que servem as Bandeiras Tarifárias?”, “O que define a
cor da bandeira presente na conta de luz?”, são as que mais confundem os
consumidores.

Portanto, se você faz parte do grupo de pessoas que ainda não entendeu a
função das Bandeiras Tarifárias e tem dúvidas sobre como elas influenciam
no preço na conta de luz, basta continuar lendo.

Afinal, o que são as Bandeiras Tarifárias?

Essa é, sem dúvida, a principal dúvida dos consumidores. Afinal, o que são
essas bandeiras?

O sistema de Bandeiras Tarifárias tem o papel de sinalizar o consumidor a
respeito do status da geração de energia no país. Ou seja, a bandeira verde
mostra que o sistema hidrelétrico brasileiro está caminhando bem e a relação
oferta e demanda está alinhada.

Quando você olha na conta de energia e a bandeira indicada é a amarela,
significa que há certo nível de déficit de geração de energia.

Isso significa que as hidrelétricas não estão dando conta de toda a demanda
energética e o acionamento de algumas usinas termelétricas também pode ser
necessário para suprir toda a necessidade da população, o que encarece o
fornecimento.

Continuando na mesma linha de raciocínio, a bandeira vermelha patamar 1,
conhecida também como bandeira rosa, e a bandeira vermelha patamar 2,
também indicam déficit no fornecimento e acionamento não de algumas, mas da maioria, ou todas, usinas termelétricas do país. E alguém vai precisar
pagar por isso.

As cores das bandeiras mudam de acordo com o consumo individual?

Não. Como dito, as Bandeiras Tarifárias indicam a situação da geração de
energia elétrica no país e servem para conscientizar os usuários acerca da
importância do consumo energético consciente.

O que determina a mudança de bandeira é o sistema hidrelétrico brasileiro e
a sua capacidade de dar conta de toda a demanda.

Quais são as bandeiras e como elas encarecem a conta de luz?

Conheça os quatro tipos de Bandeiras Tarifárias da conta de luz e o
respectivo impacto monetário no valor da energia elétrica:

   –  Bandeira verde: indica que o sistema hidrelétrico brasileiro está dando
conta do recado. Ou seja, a geração e fornecimento de energia elétrica sã
o suficientes, compatíveis com a demanda, para abastecer todo o país.

Se a Bandeira Tarifária verde estiver ilustrada na sua conta de luz, pode
se tranquilizar. Afinal, não haverá nenhum acréscimo de tarifa no seu
consumo do mês.

– Bandeira amarela: indica que o sistema hidrelétrico brasileiro está com
algum déficit de geração de energia em comparação com a demanda. Nesse
caso, haverá necessidade de acionar também alguma usina termelétrica, o
que encarece o fornecimento.

Se a Bandeira Tarifária amarela estiver ilustrada na sua conta de luz,
saiba que haverá acréscimo, no mínimo, de R$1,00 a cada 100 (kWh).

   – Bandeira vermelha: (patamar 1 e 2): seguindo a linha de raciocínio, a
bandeira vermelha (patamar 1 e 2) indica que há maiores dificuldades na
geração de energia elétrica por meio do sistema hidrelétrico brasileiro.

Aqui há maior acionamento de usinas termelétricas, o que encarece ainda
mais o fornecimento.

Se a Bandeira Tarifária vermelha estiver ilustrada na sua conta de luz,
saiba que haverá acréscimo de, no mínimo, R$2,00 a cada 100 (kWh).

Como descobrir a bandeira vigente?

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) divulga as bandeiras
vigentes no mês por meio do seu site, mídias sociais e também pela televisão.

O que fazer para fugir das altas tarifas da conta de luz?

Chuveiro, geladeira e ar condicionado estão entre os eletrodomésticos que
mais consomem energia dentro de uma casa ou empresa. Portanto, o primeiro
passo, é dosar o máximo possível o uso desses aparelhos.

– Tente diminuir o tempo de chuveiro ligado para cinco minutos e mudar a
temperatura para verão nos dias quentes. Além disso, que tal se ensaboar
de chuveiro desligado? Essa medida vai ajudar você a economizar na conta
de luz e também na de água.

– Quando o ar condicionado estiver ligado, lembre-se de conferir se todas
as janelas do ambiente estão fechadas. Também é importante manter os
filtros sempre limpos.

– Sempre verifique se a porta da geladeira está bem fechada. É bem comum
deixá-la aberta por engano. Sabe aqueles potes maiores que quase não
cabem na geladeira? Eles costumam atrapalhar a vedação muitas vezes sem
ninguém perceber.

– Antes de abrir a geladeira saiba exatamente o que vai pegar dentro dela. Isso evita que a porta fique aberta durante muito tempo.

Geradores de energia na redução da conta de luz

Outra forma de reduzir a conta de energia e, ao mesmo tempo, garantir
eficiência energética é o uso de geradores.

Alugar gerador pode ajudar você a economizar até 30% na conta de luz, já imaginou? Agora que você já sabe, coloque em prática as alternativas citadas aqui e diminua o valor da sua conta de luz de uma vez por todas.

GOSTOU DESTA NOTÍCIA? ENTÃO CURTA E COMPARTILHE, É GRÁTIS! ISSO NOS MOTIVA A CRIAR MAIS CONTEÚDO DE QUALIDADE PARA VOCÊ!

ASSINE O EXPRESSO DIÁRIO, É GRÁTIS

COMENTÁRIOS