Cientistas conseguem remover o vírus da AIDS de células infectadas

Um grupo de pesquisadores e cientistas franceses anunciaram um grande avanço na luta contra o vírus da AIDS.

Pesquisadores do Institut Pasteur de Paris afirmaram que destruíram com sucesso as células infectadas com o vírus, que hoje é tipicamente tratado apenas com drogas anti-retrovirais.

As drogas são incapazes de remover o vírus do corpo por completo, elas apenas amenizam a mutação do vírus, mas uma revista americana Cell Metabolism divulgou os grandes avanços da pesquisa. Os cientistas descobriram uma maneira de eliminar por completo as células infectadas pelo vírus.

Em um comunicado à imprensa, um porta-voz do Institut Pasteur disse: “O tratamento anti-retroviral usado hoje é projetado para bloquear a infecção pelo HIV e evitar a mutação do vírus, mas não é capaz de eliminar o vírus do corpo.

“O vírus permanece em “reservatórios” (células do sistema imunológico de linfócitos CD4 T), os principais alvos do HIV.”

O HIV atinge as células com alta atividade metabólica e “sequestra” sua energia para se multiplicar. Graças aos inibidores da atividade metabólica, os pesquisadores conseguiram destruir essas células infectadas.

A pesquisa abriu a possibilidade de novos caminhos para o combate por completo da doença.

O próximo passo na pesquisa será avaliar o potencial de inibidores metabólicos “in vivo” – testados em organismos vivos.

Em teoria, se a carga viral é baixa o suficiente, destruir a célula que o HIV esconde e extrai energia pode impedi-la de se espalhar pelo corpo e, talvez, erradicá-la completamente.

Siga o EXPRESSO DIÁRIO no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

O estudo foi financiado pelo Institut Pasteur, AmfAR (Fundação Americana para pesquisa de AIDS) e Sidaction.

Amauricio Borba

Formado em Economia, Jornalismo e Ciências Políticas pela UNIVILLE – SC. Gaúcho de nascimento e catarinense de coração. Conservador de direita em defesa da ética, da liberdade de expressão e por um Brasil mais justo. Apaixonado por vendas é fundador do Jornal Expresso Diário
Amauricio Borba