Ministro descobre que aeronaves do SUS eram utilizadas para tráfico de drogas no governo PT

Em uma reunião Ordinário do Conselho Nacional da Saúde o ministro da Saúde Henrique Mandetta fez uma série de denuncias sobre a situação da saúde indígena no Brasil durante o governo do PT.

Henrique Mandetta denunciou que traficantes teriam conseguido licitações para transportar remédios e usavam os veículos para o comércio de drogas. Com as aeronaves com a identificação do governo o tráfico de drogas era feito sem levantar suspeitas.

“Aviões pagos com recursos do SUS, escrito na lataria Ministério da Saúde, com tráfico de drogas dentro porque o traficante ganhou a licitação e o SUS é uma excelente maneira de fazer tráfico”, denunciou.

Henrique Mandetta já vem sofrendo ameaças de morte por descobrir os podres envolvendo a saúde no Brasil, a última ameaça foi quando ele e sua equipe foram fazer uma vistoria da Abin no Hospital Federal Bom Sucesso, na última terça-feira (05).

Siga o EXPRESSO DIÁRIO no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

Segundo informações, Luiz Henrique Mandetta teria recebido ameaças por meio de ligações telefônicas, horas antes de interferir na gestão do Hospital de Bonsucesso. Após denúncias de pacientes e médicos, houve a exoneração de Luana Camargo, que era diretora da unidade, publicada no dia 24 de janeiro, no Diário Oficial da União.

 

Amauricio Borba

Formado em Economia, Jornalismo e Ciências Políticas pela UNIVILLE – SC. Gaúcho de nascimento e catarinense de coração. Conservador de direita em defesa da ética, da liberdade de expressão e por um Brasil mais justo. Apaixonado por vendas é fundador do Jornal Expresso Diário
Amauricio Borba