Bolsonaro tem febre e tomografia mostra “imagem compatível com pneumonia”

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) teve episódio isolado de febre nesta quarta-feira (6) sem outros sintomas associados, foi submetido à tomografia de tórax e abdome que evidenciou boa evolução do quadro intestinal e imagem compatível com pneumonia, segundo boletim médico divulgado na tarde desta quinta (7) pelo Hospital Albert Einstein.

Ainda segundo o boletim, “foi realizado um ajuste na antibióticoterapia e mantidos os demais tratamentos. Continua sem dor, com sonda nasogástrica, dreno no abdome e recebendo líquidos por via oral em associação à nutrição parenteral”. Bolsonaro realizou exercícios respiratórios e caminhou no corredor. “Por ordem médica, as visitas permanecem restritas”.

Segundo o porta-voz Otávio do Rêgo Barros, “o estado de saúde do presidente é o esperado dentro desse pico térmico que ele acometeu na noite de ontem. Por precaução os médicos fizeram exame de imagem, incluso tomografia por contraste. O pulmão tinha uma imagem que era compatível com pneumonia”.

“O presidente vem recebendo administração de antibiótico de amplo espectro. Médicos optaram por acrescentar uma nova medicação. Esta ação vai debelar essa pneumonia que foi encontrada em seu pulmão.”

VEJA TAMBÉM:  Programa Mais Médicos é convênio entre Cuba e PT diz futuro ministro da Saúde

Segundo Rêgo Barros, a temperatura febril do presidente chegou a “cerca de 38°C”.

“Fizeram exames viral e bacteriano e descartaram o viral. Trata-se de uma causa bacteriana”, afirmou o porta-voz. “Algumas causas podem ser geradoras dessa pneumonia, mas ficar na suposição não me parece adequado.”

Rêgo Barros disse que pela manhã Bolsonaro caminhou por duas vezes. “À tarde ele caminhou mais duas vezes, bem disposto. Conversamos por uma hora sobre vários temas. Estava de bom humor, bem fisicamente, demonstrando aceitabilidade da administração das drogas.”

Nova foto

O Palácio do Planalto divulgou na tarde desta quinta uma foto de Bolsonaro fazendo caminhada no hospital com a sonda nasogástrica e fazendo sinal de positivo. Bolsonaro passou por uma cirurgia para retirar uma bolsa de colostomia e refazer a ligação entre o intestino delgado e parte do intestino grosso no dia 28 de janeiro.

GOSTOU DESTA NOTÍCIA? ENTÃO CURTA E COMPARTILHE, É GRÁTIS!

ASSINE O EXPRESSO DIÁRIO, É GRÁTIS

DEIXE UM COMENTÁRIO