Deputado e assessores entram armados na Câmara e mídia de esquerda entra em choque

O deputado federal eleito Gilson Cardoso Fahur, o Sargento Fahur (PSD-PR), e dois assessores entraram armados no plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília (DF). A informação é da Revista Veja, publicada na coluna Radar.

Conforme apurado pela revista, a entrada armado no plenário por Fahur aconteceu na terça-feira (29). Ele pretendia fazer uma transmissão ao vivo com a pistola, que estava à mostra na cintura por cima da blusa.

Por ser dia da chamada ambientação dos novos parlamentares à Casa, o plenário estava completamente vazio. Os seguranças do Congresso o abordaram e o advertiram que era proibido arma no local, segundo a Veja.

Após a advertência, o deputado eleito cobriu a pistola com a camisa e simulou um discurso rápido na tribuna, finalizando com seu bordão de campanha: “Para bandido, cacete no lombo e bala no rabo”.

Fahur foi campeão de votos no Paraná, escolhido por 314 963 eleitores.

GOSTOU DESTA NOTÍCIA? ENTÃO CURTA E COMPARTILHE, É GRÁTIS!

ASSINE O EXPRESSO DIÁRIO, É GRÁTIS

VEJA TAMBÉM:  Para Moro, Funai pode ser mantida no Ministério da Justiça

DEIXE UM COMENTÁRIO